Buscar
  • Fernanda Corrêa - Psicóloga

Funções Executivas - Entenda como ela é importante


As funções executivas são conhecidas no meio científico como sendo responsáveis por realizar tarefas de alta complexidade, e são alvo de muitos estudos, pois ainda não se sabe exatamente quais áreas são as mais ativadas no cérebro quando realizamos determinados comportamentos. Elas conduzem as tomadas de decisão sobre “O QUE” será feito, “COMO” será feito, planejando, avaliando e executando.

As principais habilidades em funções executivas são: a Memória Operacional, o Controle Inibitório e a Flexibilidade Cognitiva.

A memória operacional, também conhecida como memória de trabalho nos auxilia a conservar informações num tempo suficiente que ajude a executar uma tarefa. Um exemplo é fazer cálculos mentais, pois precisamos reter os números, a ordem do cálculo para chegar a um resultado.

Já o controle inibitório está bastante relacionado ao nosso autocontrole e ao controle dos impulsos. Essa habilidade nos ajuda a nos concentrarmos mais, iniciar e concluir uma tarefa, pensar antes de tomar uma decisão. Enfim, juntamente com a memória operacional, formam uma combinação importantíssima para a preservação da atenção e da aprendizagem. É comum uma pessoa que tem hiperatividade e/ou déficit de atenção, apresentar alterações nessas habilidades.

A flexibilidade cognitiva por sua vez, é a capacidade de pensar de forma criativa e se adaptar às demandas. Ou seja, a pessoa usa sua criatividade para resolver problemas.

O processo ensino aprendizagem é muito mais complexo do que imaginamos, mas sabemos que a estimulação de habilidades que contemplem essas áreas, podem ajudar muito em processos de reabilitação.

#funçõesexecutivas #aprendizagem #memóriadetrabalho

40 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

© 2017

Curta nossa página

no facebook